quarta-feira, 15 de abril de 2009

Afago da distâcia





Meu amor foi embora e levou
Um pedaço de mim mesmo que sem saber
Quando abriu sua mala encontrou
Meu sorriso, meu sonho
Minha paz meu viver

Quando me dei por mim tava só
Sem entender direito a solidão
E me disse um acorde de dó
Só quem ama entende a paixão
E quando já maltrata a lembrança
Duelam saudade e esperança
Oferecer a lua nossa dança
Amor bom que nem amor de criança

Amor eu me lembro de cada momento
Agora lembrar já se torna tormento
Amor porquê tu foste embora?
Fecho os olhos e ouço tão bem sua voz
Nós dois fomos feitos tão feitos pra nós
Que por mais longa que seja a distância
Quero te dizer que amor não se cansa
Que eu te amo mais que um domingo atrás.

Lembro do teu olhar tão brilhante
Qual estrela cadente no céu
Sem você eu sou um navegante
Num destino incerto e cruel
Na hora de dormir improviso
Regozijo de tanto querer
É do teu carinho que preciso
É contigo que eu quero viver

Espero que um dia a gente possa se encontrar
E rir disso tudo que hoje faz chorar
E nunca mais ter que dizer adeus
Que esse dia não se demore a chegar
E que bem alto eu possa gritar

Que por mais longa que seja a distância
Quero te dizer que amor não se cansa.
Que eu te amo mais que um segundo atrás.

Um comentário:

  1. Musica linda, linda, linda!!!
    pra mim significa!!!
    srssr
    bjos, Celo!!!

    ResponderExcluir